da COR ao PB

Muitos fotógrafos, ao clicarem uma fotografia, já possuem em sua mente um tratamento de finalização. Alguns chegam já a configurar as características de configuração da câmera para, por exemplo, já efetuarem a conversão do arquivo passando de cor para preto e branco. Esta conversão não requer uma habilidade muito grande, mas sim uma formação de um conceito muito bem estabelecido e da criação, com o tempo, de um estilo de conversão que venha agradar aos seus olhos e aos olhos de quem vê a imagem.

Transformar uma imagem colorida para PB no Lightroom é algo muito rápido, mas requer alguns detalhes. Temos um menu especializado nesta ação e mesmo havendo outras maneiras dentro do software de se chegar uma conversão para PB, este menu, conhecido como HSL/COR/P&B é o ideal, claro, voltando nossos olhos para o setor de P&B.

menu

 

img0

Na imagem acima vamos iniciar o processo de tratamento e para tal iniciarei o processo com um corte na imagem, utilizando a ferramenta de CROP (R) a fim de eliminar algumas áreas indesejadas, recompor a imagem para uma melhor leitura e já deixar no ponto para o tratamento de iluminação e cor.

img1

Na sequência, irei buscar a conversão para o PB. Utilizei a tecla de atalho (V) para ativar o menu de P&B, mas o mesmo processo pode ser feito clicando na palavra P&B.

img2

Esta conversão é o que chamamos de conversão crua. Repare como toda a imagem possui uma características muito sem contraste, sem disntinção de tonalidades e para que possamos ter um preto e branco mais ativo, precisamos trabalhar em cima disso.

Na imagem abaixo, no menu de P&B, repare que foi trabalhado o canal de LARANJA. Uma vez que os tons mais predominantes na imagem são laranjas, por conta do chão e da pele humana, elevando o tom de laranja temos o clareamento destas áreas.

img3

Após este processo foi inserido uma curva de contrastes através da ferramenta de CURVA DE TONS, elevando as tonalidades de áreas claras e diminuindo as tonalidades nas áreas escuras.

img4

Seguindo com o tratamento, passamos para o menu BÁSICO em busca de ajustes de iluminação na foto como um todo e para tal trabalhamos com um leve aumento do contraste e da claridade, o que irá fazer com que a imagem tenha um pouco mais de volume, a leve diminuição dos realces para trazer um pouco de volta a alta intensidade de luz e a enfatização negativa dos tons pretos.

Perceba que a ordem natural foi invertida, trabalhamos com o corte, passamos para a conversão de PB, subimos para o contraste tonal e finalizamos no ponto básico. O resultado poderia ser o mesmo se tivessemos trabalhando de forma contrária, o que não tira a qualidade do tratamento.

img5

 

Na imagem abaixo utilizamos o FILTRO GRADUADO a fim de diminuir a intensidade de luz da parte superior da imagem

img6

E em sequência foi executada o mesmo processo na parte superior mas agora com o clareamento desta área a fim de darmos mais destaque para a área principal da imagem.

img7

Com isso finalizamos o tratamento. Repare que não se trata de algo complicado e o processo de trabalho chega a ser simples. A grande questão é a busca pelo estilo de PB, pela força do contraste, pela busca de qual imagem será convertida para estes tons e isso tudo requer pesquisa, condicionamento do olhar, encontro com referências e muita prática.

img8

Deixo o link para o PRESET de tratamento para esta conversão para PB para que possamos utilizá-los e indentificar o que foi usado com mais precisão.

Até a próxima

Preenche o formulario para receber as novidades