Editar com Photo Mechanic

Porque Editar com Photo Mechanic ao invés do Lightroom

Sim, existe outros softwares além do Lightroom para podermos trabalhar. Nem todos possuem tamanha abrangência no seu uso, mas existe no mercado grandes aplicativos que nos ajudam e muito. Dentre eles temos um que é especializado em curadoria de imagens. Vamos aprender a editar com Photo Mechanic?

O que é o Photo Mechanic?

O Photo Mechanic é um visualizador de imagens muito poderoso. Ele é muito utilizado por fotojornalistas e também por fotógrafos de esportes. Mas foi disseminado também diante dos fotógrafos de eventos sociais devido ao volume de imagens que os mesmos clicam.

O funcionamento do software é muito simples e por isso ele é tão ovacionado. Sempre que clicamos uma imagem pela câmera, mesmo que em RAW, a fotografia é registrada porém uma miniatura dela é enviada para o LCD do equipamento. Esta miniatura é um mini JPG com os ajustes que o fotógrafo solicitou nos ajustes internos da câmera como:

  • contraste
  • nitidez
  • redução de ruído
  • saturação
  • perfil de cor
  • etc.

Por ser um arquivo pequeno sua abertura é extremamente ágil e este é um dos trunfos do Photo Mechanic. Ao invés do aplicativo efetuar a renderização do arquivo RAW para vermos suas mais profundas características, ele lê apenas este mini JPG. Por este motivo é que ele tem esta velocidade tão grande de exibição, superando e muito as expectativas frente ao Lightroom.

editar com photo mechanic

Ganhando tempo com uso do Photo Mechanic

Com o uso do Photo Mechanic para uma edição inicial, é possível diminuir o tempo de importação e geração de previews, economizando tempo e elevando a produtividade.

Se num evento saimos com cerca de 5, 8, 10 mil imagens, podemos rapidamente efetuar uma edição prévia no Photo Mechanic e enviar apenas as escolhidas para dentro do Lightroom.

O Photo Mechanic é voltado para uma edição com um alto volume de imagens e o software tem o foco voltado para edição, seleção, escolha das imagens e por isso o Lightroom não vai ficar de fora de sua vida fotográfica. Muito pelo contrário.

Utilizaremos ambos durante nosso processo de trabalho para agilizar ainda mais o potencial de produtividade, elevando então a velocidade na importação, edição e claro na finalização do seu material fotográfico.

Ribas, você usa Photo Mechanic?

Minha resposta é simples. Mas complexa.

Sim. E também não.

Na grande maioria do tempo, não. Explico o porque!

Entendo que o Lightroom quando bem utilizado, bem organizado e bem estruturado possui uma capacidade ímpar de produtividade. Ter todo o material centralizado para necessidades futuras é algo muito importante em meu fluxo.

Para conseguir usar todo este potencial é preciso deixá-lo trabalhar e também gerar suas necessidades. O que quero dizer é que é possível deixar também o Lightroom ágil, mas para isso ele precisa de tempo. Sempre que chego de um evento crio um catálogo e efetuo a importação do material solicitando a criação das visualizações inteligentes e também das visualizações 1:1.

Isso toma tempo, mas deixo a madrugada trabalhando. Momento este que eu não estarei precisando do computador.

E com isso, tenho ao final do processamento o Lightroom se comportando de maneira tão ágil quanto o Photo Mechanic.

Quando eu uso o Photo Mechanic?

Eu começo a editar como Photo Mechanic sempre que preciso executar um processo de edição e tratamento em períodos curtos de tempo. Um exemplo claro são os eventos de esportes como os Rallys.

Nos Rallys da Mitsubishi normalmente fotografo a partir das 7am e finalizamos por volta das 23h. Mas temos que entregar o material EDITADO e TRATADO até as 2am do dia seguinte, ou seja, pouquíssimas horas para trabalho. E é neste fluxo que o Photo Mechanic se encaixa muito bem.

Preparei um vídeo especial que mostra detalhadamente como é possível fazer toda a seleção de imagens utilizando o Photo Mechanic para posteriormente enviar para o Lightroom para continuar com o tratamento!

Preenche o formulario para receber as novidades